Qual a importância de se fazer o exame de toque retal?
Você já tem 45 anos ou mais? Então é hora do tão falado exame de toque retal. Segundo uma pesquisa da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), 47% dos homens entrevistados nunca fizeram o exame de toque retal. O procedimento é simples, dura menos de dois minutos e deve ser feito por um urologista.

– O médico, geralmente, entrevista o paciente e pode pedir exames de PSA, sangue e urina. O exame de toque pode ser feito na primeira consulta ou depois que os resultados dessas avaliações ficarem prontas –, explica Gustavo Carvalhal, presidente da SBU-RS.

 

20140822092341740942o

 

Confira as respostas do especialista sobre como funciona o exame e como deve ser feito:

 

Dói?
– O exame é absolutamente indolor, sem sequelas e menos desconfortável do que o ginecológico. Não é preciso ficar em uma posição vexatória. É possível realizar o procedimento inclusive com o homem de pé. O mais importante é que, assim que o exame é realizado, o médico já diz a condição da próstata.

 

Como é feito?
– O médico usa uma luva descartável nova, com lubrificante e introduz o dedo indicador no reto, que é a porção final do intestino grosso.

Quanto tempo dura?
– De um a dois minutos. O urologista não faz apenas o exame de toque. Ele deve pedir um exame físico e alguns clínicos, como PSA, sangue, urina e até testosterona.

 

Com que idade deve ser feito?
– O ápice biológico de uma pessoa é em torno dos 20 anos. A partir dos 35, a próstata começa a sofrer alterações, pode ficar mais volumosa e menos elástica. Por isso, todo homem com mais de 45 anos deve fazer, uma vez por ano, o exame de toque retal. Se tiver histórico familiar de alguma doença em relação à próstata, ele deve fazer um pouco antes, aos 40. Se a saúde estiver perfeita, o paciente pode voltar em cinco anos e, então, seguir a rotina que todo homem deve ter.

 

Como escolher o médico?
– É o urologista quem faz esse procedimento. As indicações de amigos e parentes podem ser interessantes para que o homem se sinta a vontade de falar sobre sua saúde e realizar os procedimentos necessários. A consulta não serve apenas para fazer o exame de toque. O urulogista não pede para o homem simplesmente deitar e fazer o procedimento. Ele precisa investigar outros fatores da saúde, os hábitos alimentares, o histórico familiar.

 

Fonte: http://zh.clicrbs.com.br/rs/vida-e-estilo/vida/melhor-idade/noticia/2014/11/saiba-como-funciona-o-exame-de-toque-em-homens-4635458.html
Todos os direitos reservados | Godam | 2016